domingo, 23 de abril de 2017

Os despossuídos - debates sobre a lei referente ao furto de madeira




http://boitempoeditorial.com.br/v3/Titulos/visualizar/os-despossuidos

Os despossuídos


debates sobre a lei referente ao furto de madeira


Karl Marx


Coleção Marx e Engels


R$ 29,00

Comprar




A obra reúne artigos de Karl Marx que, já em 1842, tratavam do direito sobre o uso da terra, uma questão fundamental (embora cercada de polêmicas) comum às grandes experiências socialistas.
É imbuído da noção de que o primeiro roubo se dá com a primeira apropriação privada que Marx, à época um jovem de 24 anos, recém-doutorado em filosofia na Universidade de Jena, iniciou suas colaborações ao periódico Gazeta Renana, do qual mais tarde se tornaria redator. Essa primeira série de artigos tratava da análise crítica das discussões ocorridas na Sexta Assembleia Provincial Renana, no ano de 1841, e levantava temas como o direito à propriedade, a liberdade de imprensa e as questões judiciais acerca da problemática gerada pela instauração de uma lógica capitalista onde antes o que regia era um direito consuetudinário.
“A relação entre Marx e o direito é das mais controversas, no entanto é biograficamente constitutiva do pensamento do revolucionário alemão. Nos ‘Debates sobre a lei referente ao furto de madeira’, de 1842, Marx se encontra pela primeira vez, como ele mesmo diz, com os ‘interesses materiais’. Apesar de sua crítica à economia política ainda não ter sido construída, já aparecem, de forma embrionária, expressões como ‘valor’ e ‘mais-valor’, assim como o problema da mercadorização da natureza, da vida e do trabalho”, afirma Ricardo Prestes Pazello, professor de sociologia e antropologia do direito na Universidade Federal do Paraná.

#GREVEGERAL #28DEABRIL #BRASILVAIPARAR











INÍCIO 

Arcebispos convocam os Católicos para a Paralisação de 28 de abril #GREVEGERAL

https://www.youtube.com/results?search_query=arcebispo+greve+geral+




https://www.youtube.com/watch?v=naTI6ueJ-Cs

INÍCIO 

Lula versus Globo é a batalha final da democracia brasileira





http://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/291635/Lula-versus-Globo-%C3%A9-a-batalha-final-da-democracia-brasileira.htm


Ao longo de sua história, a Globo contribuiu para o suicídio de Getúlio Vargas, derrubou João Goulart, deu apoio aos 21 anos de ditadura militar, pendurou um segundo golpe em seu currículo, ao estimular a farsa do impeachment da presidente Dilma Rousseff, e hoje aposta todas as suas fichas contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, enquanto ignora as pesadíssimas denúncias de corrupção contra Michel Temer e a coalizão PMDB-PSDB; a grande questão é saber quem vencerá a batalha final: Lula, o melhor presidente da história para 50% dos brasileiros, ou a família Marinho, dona do maior e mais letal monopólio midiático do mundo?
22 de Abril de 2017 às 13:50 // 247 no Telegram Telegram // 247 no Youtube Youtube


247 - A biografia da Globo, maior conglomerado de mídia do País, está marcado por tudo o que não presta. Ao longo de sua história, a Globo fundada por Roberto Marinho e levada adiante pelos filhos, contribuiu para o suicídio de Getúlio Vargas, derrubou João Goulart e deu apoio aos 21 anos de ditadura militar.
Não bastasse, pendurou um segundo golpe em seu currículo, ao estimular a farsa do impeachment da presidente Dilma Rousseff, que foi retirada da presidência da República não por crime de responsabilidade, mas por não ter cedido à chantagem de Eduardo Cunha para se livrar da cassação e da prisão.

GOLPE DO PETRÓLEO na Nigéria.



https://www.youtube.com/watch?v=yCqr6ox4E7A

INÍCIO 

POBRE DE DIREITA RELOADED



https://www.youtube.com/watch?v=97byim14L8o&feature=youtu.be

INÍCIO 

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Elomar - Fantasia leiga para um rio seco (1981) [completo]



https://www.youtube.com/watch?v=fpC8_Q95lUc&list=RDsTca8pISEdw&index=3

INÍCIO 

como dizia ela, apego nunca foi amor





ultrapassou tudo o que era possível ultrapassar
relevou a ausência, desprezou tudo o que cheirava a...
alegrou-se com o amor distante demais
saltou pela indiferença
deprimiu-se vezes demais
acabou unindo-se a todas as decepções
e até rindo muito de todas

hoje ainda consegue chorar
naquelas loucas faíscas de tempo 
quando mulheres choram choros sentidos

não me venham dizer que só os amantes
acompanhados é que podem sentir a poesia
não me venham dizer que o amor é coisa
só de antigos
e que solitários não amam

vai ver, amor solitário é melhor
pois como dizia ela:
apego nunca foi amor.

nadia gal stabile - 21 04 2017


INÍCIO 

Masao Yamamoto








Patti Smith - Gimme Shelter (Jools Holland 2007)



https://www.youtube.com/watch?v=GuU738EobsQ&feature=share




 INÍCIO 

Bienal Naïfs do Brasil - SESC SP - de 21 de abril até 02/07


https://www.sescsp.org.br/programacao/118335_BIENAL+NAIFS+DO+BRASIL#/content=programacao

A Bienal Naïfs do Brasil constitui-se em um evento cultural de grande amplitude e expressiva repercussão em quase todo o país. Realizada pelo Sesc São Paulo desde 1992, na Unidade de Piracicaba, foi criada com o intuito de privilegiar a participação de artistas, cujas obras se relacionam à produção de arte popular, naïf ou naïve, concebidas, em sua maioria, de maneira autodidata.

SESC BELENZINHO
 
Configurando-se como uma das principais mostras de arte popular do país, a 13ª edição da Bienal Naïfs do Brasil conta com a participação de 111 artistas oriundos de 24 estados, apresentando 185 obras nas mais variadas técnicas e suportes. A presente edição, cuja comissão curatorial é composta por Clarissa Diniz, Claudinei Roberto e Sandra Leibovici, se estrutura sobre a premissa inclusiva e provocativa de: Todo mundo é, exceto quem não é. É a primeira vez que a exposição - que acontece no Sesc Piracicaba desde 1986 - vem para São Paulo.

Abertura: 20 de abril de 2017. Quinta, às 20h.
Visitação: de 21 de abril a 2 de julho de 2017.

Local: Galpão



INÍCIO 

Boletim Boitempo - Cultura e revolução



19 a 25 de abril de 2017 boitempoeditorial.com.br

Siga a Boitempo |


Futuro lançamento




Olga Benario Prestes
Anita Prestes
R$ 37,00



Mais do que peças faltantes no quebra-cabeça da história, os documentos reproduzidos no livro, especialmente a correspondência inédita entre Olga e Luiz Carlos Prestes, nos permitem enxergar o presente com outros olhos.


Compartilhe |

‘Estamos em uma época de retrocesso muito grande’ | Paulo Henrique Pompermaier | 17.04.2017 | Revista Cult |
Personagem histórica, Olga Benário Prestes, esposa do revolucionário comunista Luiz Carlos Prestes, vai ganhar, neste ano, novo estudo que pretende esmiuçar seus últimos anos de vida passados em prisões e campos de concentração nazista, até seu assassinato em 1942.
Anita Prestes lança livro sobre a mãe pela Boitempo | Ancelmo Gois | 07.04.2017 | O Globo |
A editora Boitempo lançará, em abril, Olga Benário Prestes, escrito pela filha dela, Anita Prestes. O livro é em cima de documentos da Gestapo recuperados por Anita.

Destaques




Teoria geral do direito e marxismo
Evguiéni B. Pachukanis
R$ 43,00



Obra de referência e maior marco do direito pela perspectiva marxista, traduzida diretamente do russo.
Compartilhe |

A crítica marxista do direito: entre Pachukanis e Edelman | A redação | 17.04.2017 | Diário da Liberdade |
Teoria geral do direito e marxismo (1924), de Evguiéni B. Pachukanis, e A legalização da classe operária (1978), de Bernard Edelman foram publicados no Brasil pela Boitempo. Ambas obras refletem a relação entre o marxismo e o direito.



A revolução das mulheres
Graziela Schneider Urso
R$ 54,00



Antologia com dezenas de artigos, atas, panfletos e ensaios de autoras russo-soviéticas sobre a condição e a emancipação da mulher, produzidos no contexto de convulsão social e política da Revolução de 1917.
Compartilhe |

18 livros para entender por que é importante ser feminista | A redação | 17.04.2017 | HuffPost Brasil |
Confira a galeria com indicações de 18 livros básicos para toda feminista ler, diversos clássicos do feminismo estão na lista. A Boitempo tem 5 títulos entre os indicados na lista, confira.
Fala-se de livro: From Russia with love | Clara Drummond | 17.04.2017 | Vogue |
Em A revolução das mulheres, Graziela Schneider Urso, mestre e doutora em literatura e cultura russa pela USP, apresenta panfletos, fotografias e ensaios escritos por algumas das mais importantes pensadoras e revolucionárias do país. A VOGUE elencou cinco delas para você saber mais.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Arte digital - Nadia Gal Stabile - abril 2017

https://www.instagram.com/stabilenadia/ 







MARCHA PELA CIÊNCIA - 22 DE ABRIL EM SÃO PAULO - 14 HS NO LARGO DA BATATA

http://marchapelacienciasp.com/index


A Marcha Internacional

No dia 22/04/17, cientistas e entusiastas do mundo todo se unirão para marchar por mais visibilidade e credibilidade para a ciência. A marcha será pacífica e apartidária.

A Marcha Em São Paulo

São Paulo também participará do evento. Estamos registrados como uma Marcha Satélite oficial. Nossa marcha ocorrerá simultaneamente às outras internacionais.

Princípios fundamentais

1 - A  ciência serve ao bem comum

Muitas pessoas consideram a ciência algo complicado, de difícil compreensão, distante do seu cotidiano. Um dos objetivos da marcha é mostrar à essas pessoas que seu dia a dia está cercado de conquistas científicas. Além disso, queremos demonstrar que uma sociedade que entende os princípios científicos está mais preparada para tomar decisões de forma crítica e responsável. Por fim, destacamos a responsabilidade da comunidade científica de avaliar o impacto da atividade humana sobre o planeta e assim promover uma discussão sobre o caminho a seguir, preservando gerações futuras. .

2 - Educação científica de ponta

Nós apoiamos uma educação científica de crianças e adultos que os ajude a pensar criticamente, elaborar e avaliar perguntas baseados em evidências. A ciência deve estar presente na educação de todos e não apenas de um grupo específico.

3 - Pela comunicação científica aberta, honesta e ao alcance do público

A linguagem científica é pouco acessível para boa parcela da população brasileira, o que as impede de entender e consequentemente valorizar a ciência. Divulgar ciência de forma compreensível e abrangente, através de exposições, artes, brincadeiras e esportes são formas efetivas de aproximar a ciências das pessoas, que por sua vez trarão questões importantes a serem investigadas pela ciência

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...